A Filha do Norte #2 de Luisa Soresini



Sinopse
Depois de ter sofrido muito no passado, Michelle agora vive ao lado dos irmãos Vergamini, que foram amaldiçoados há cem anos por Elza e Meredith, as Bruxas do Leste e do Sul. Os monstros — como são vistos — a protegem com todas as forças depois de terem se apaixonado por ela. Porém, após o retorno do Danton — o líder e irmão mais poderoso — uma corrente de acontecimentos se desdobrará, com consequências devastadoras para todos. Em A Filha do Norte – Parte II, você irá adentrar no passado dessa protagonista e desvendar as razões dos seus sonhos e medos mais aterrorizantes. No momento em que as feridas de Michelle pareciam prontas para serem cicatrizadas, tudo virá à tona novamente para atormentá-la e ela descobrirá que a verdadeira força, na verdade, sempre esteve ao seu lado, travando uma luta em prol daqueles que ama.
Opinião
Finalmente a continuação do livro de fantasia que traz a história dos irmãos Vergamini que são monstros baseados nos principais clássicos de terror (vampiro, lobisomem, múmia) e uma garota inocente chamada Michelle que possui um passado sombrio e doloroso.
Neste segundo livro sabemos mais um pouco sobre o vampiro Danton: passado e sentimentos. A personagem Michelle também evolui e se torna uma mulher mais forte, aceitando que ganhou um lar e uma família. Ela fica mais confiante, porém mantém o ar inocente de sempre.


“- Você fez mais que isso. Confiou em você, em seus sentimentos, e, no fundo, mesmo não sabendo, na sua própria força.”pg.  513

Finalmente temos a declaração de amor de todos os irmãos Vergamini para Michelle, esses trechos foram super-românticos e engraçados, já que todos decidiram se declarar ao mesmo tempo.


“Quando você mandou aquela maldita carta, você me destruiu. Mas você já me destruiu bem antes disso, quando me desafiou pela primeira vez, quando a conheci. Desde aquele dia vi que você não era como as outras. Tudo que você fazia e dizia me instabilizava e mesmo assim eu comecei a gostar de você. Ou melhor, eu comecei a te amar.” pg. 421


Gostei dos irmãos terem deixado de lado o egoísmo e orgulho e passarem a demonstrar mais o seu carinho por Michelle invertendo de papel com ela: agora chegou a vez deles de cuidá-la e apoiá-la.
 Em certo momento Michelle fica doente. Achei a doença um tanto exagerada e não havia necessidade de dedicar tantas páginas a ela.
Há muitos trechos fofos, ação e apreensão. Quando os personagens solucionam um problema aparece outra coisa para eles enfrentarem, é um desafio atrás do outro e isso estimula bastante para continuar a leitura.
“BB”, aquele que torturou Michelle e deixou uma cicatriz enorme em suas costas finalmente aparece e temos as explicações sobre quem ele é e o porquê de ter feito aquilo com a garota. Acontece uma luta final contra “BB”. Achei algumas descrições exageradas, principalmente os personagens ficarem cuspindo sangue toda hora. Michelle se machuca muito nessa luta e consegue continuar correndo e lutando como se nada tivesse acontecido. Novamente senti que estava lendo o roteiro de um anime onde os personagens apanham um monte e continuam levantando

“Só mais tarde eu entendi que ele me levaria para o inferno”. pg. 269

O passado de Michelle foi explicado, porém ainda ficaram algumas pontas soltas na história. As bruxas que ficaram sumidas no primeiro livro aparecem mais neste, porém ainda deixaram a desejar.
Uma história emocionante sobre um amor puro com uma leitura gostosa e conclusão que acalma o coração. Nos ensina a não desistir de tudo, ser forte e ter confiança nos outros e principalmente em nós mesmos. É um livro que te faz rir e suspirar diversas vezes.


“- Então, guarde... – segurei sua mão.

 – Não como algo que você irá se apegar novamente, Carl. Porém como a certeza de que nunca mais irá chorar por algo que não pode mais perder.” pg. 518

A autora teve uma grande evolução comparado ao primeiro livro, senti que a escrita ficou um pouco mais madura sem perder seu estilo que relembra o roteiro de um anime.
O livro pecou na revisão ortográfica.


| Editora: Arwen
| Autor: Luisa Soresini
| Páginas: 521


Nenhum comentário:

Postar um comentário