Minha Julieta de Leisa Rayven




 Sinopse
Talentoso e sedutor, Ethan Holt conquistou o coração de Cassie Taylor quando os dois eram apenas estudantes de teatro. O namoro não deu certo e anos depois, os dois se reencontraram como estrelas de uma peça na Broadway. O que parecia a grande chance para a carreira de Cassie, se revelou um turbulento reencontro com o seu primeiro amor. Para Ethan, era a chance de admitir seus erros e pedir por mais uma chance. Minha Julieta traz o desfecho da apaixonante história que conquistou as leitoras brasileiras.
 Resenha “Minha Julieta”

E vamos para a continuação da série Starcrossed! Relembrando que o primeiro livro da série, o "Meu Romeu", conta como tudo começou entre Ethan e Cassie. O “Minha Julieta” dá continuidade à história dos dois só que ao contrário do primeiro livro este foca mais no presente do que no passado.

Passado
O livro continua após a “primeira vez” dos dois. Cassie acorda e não encontra Ethan ao seu lado o que a deixa com mal pressentimento. Ela vai para a faculdade e tenta conversar com ele sobre o que aconteceu, porém Ethan desvia do assunto.
Na faculdade uma nova encenação surge: a classe terá de fazer uma apresentação com máscaras que representam traços emocionais, Cassie pega a máscara da Agressividade e Ethan a da vulnerabilidade e sofre para conseguir representar o sentimento desta mascara pois tem dificuldade em mostrar seu lado vulnerável ainda mais quando sua parceira de atuação é Cassie. 

“Quando é que um namorado não é namorado? 
Quando ele é Ethan Holt. – Cassie ”

Os dois conseguem se entender após o ocorrido da “primeira vez” e Ethan tenta ser um namorado melhor, o namorado que ele acha que Cassie merecia. Porém isso não dura muito tempo pois Ethan está fingindo ser outra pessoa e não sendo ele mesmo, o que acaba criando uma tensão no relacionamento.

Entre tapas e beijos, a história vai seguindo seu rumo até a formatura na faculdade. 

Há uma apresentação final antes de se formarem, são várias cenas representando temas diferentes e polêmicos. Cassie acaba tendo de fazer uma cena picante com Connor o que causa irritação em Ethan e um conflito entre eles. No dia seguinte à apresentação e a festa de comemoração, Erika aparece na sala com envelopes de propostas de emprego e entrega para a maioria das pessoas da classe. Ethan recebe duas, sendo uma delas um motivo de conflito entre ele e Cassie. 

Presente
Ethan tenta se reconciliar com Cassie saindo e conversando sem demonstrar segundas intenções. Explica o que aconteceu no tempo em que esteve fora e sobre fazer terapia antes de voltar a falar com Cassie para que conseguisse entender a si mesmo e perder a insegurança que acabava machucando os dois.
Cassie fica apreensiva, mas aos poucos vai cedendo e deixa que ele conte seu lado da história. Ethan dá para ela alguns de seus antigos diários para que ela leia e entenda como ele se sentia na época e como era problemático, mas que apesar de tudo sempre a amou.
Ethan consegue convencer Cassie a fazer terapia com a dra. Kate, que já foi sua terapeuta e o ajudou com sua insegurança e traumas do passado. Ela aceita fazer as sessões de terapia a fim de superar os traumas do passado, parar de sofrer e poder finalmente se reconciliar com ele. 

Considerações 
A história continua super envolvente, embora neste segundo livro as narrações do presente se tornem um pouco mais “cansativas” devido a insegurança de Cassie que fica entre “perdoo ou não perdoo”, “Quero o Ethan, não quero mais’’. Isso acaba dando uma certa irritação pois você quer que os dois se resolvam de uma vez, por isso nota 4. Por outro lado, este recurso da autora pode ser entendido já que o “pós-Ethan” deixou Cassie abalada emocionalmente e com sentimentos confusos. 
Neste livro os sentimentos e inseguranças de Ethan ganham um espaço especial, são retratados com mais clareza o que leva o entendimento de algumas de suas ações. Seu lado sensível aparece mais o que nos mostra que mesmo sendo bruto Ethan é um personagem frágil e só faz isso para manter sua zona de conforto. 
Quanto a Cassie, o livro mostra que ela não é uma personagem tão forte quanto parece já que tem dificuldades de lidar com o fim do relacionamento com Ethan e continuar sua vida. A reaproximação de Ethan assusta ela pois traz lembranças e sensações do passado, algumas que ela prefere não lembrar e tem medo de que aconteça novamente. Porém a decisão de superar isso mostra que sua força está ligada a Ethan, ele a incentiva a ser forte da mesma forma que ela incentiva ele a ser uma pessoa mais aberta.
Tristan, o amigo que divide o apartamento com Cassie, ganha mais destaque e é possível perceber como ele ajudou ela no seu período depressivo. Aparecem alguns outros personagens como a dra. Kate. Uma coisa muito legal é a autora mencionar o que aconteceu com alguns personagens após a formatura na faculdade, embora que com poucos detalhes para não sair do foco que é Cassie e Ethan. 
O livro continua cheio de cenas fofas e hilárias o que incentiva a continuação da leitura. Uma coisa que eu achei legal deste volume são algumas das reflexões e ideias que encontramos nele uma das minhas favoritas é um diálogo de Cassie com a dra. Kate: 

“-Bem-diz ela enquanto entrelaça os dedos -, vamos dizer que as pessoas são livros. Todos os que entram na nossa vida têm direito a um vislumbre de algumas das nossas páginas. Se gostarem de nós, mostramos mais páginas. Se gostarmos delas, queremos que vejam as partes não editadas. Algumas pessoas podem tomar notas nas margens. Deixam suas marcas em nós e na nossa história(...)– dra.  Kate para Cassie”

Sem dúvida é um livro emocionante que deixa um gostinho de quero mais. A confusão do relacionamento dos dois vai te fazer rir, chorar e ficar com raiva. Não deixa de conferir a evolução de uma não amizade a um relacionamento. 


|Editora: Globo / Selo Globo Alt | Autora: Leisa Rayven | Páginas: 352 | Skoob |



3 comentários:

  1. Eu acabei abandonando essa história lá no primeiro livro, infelizmente não funcionou comigo, achei meio viajado demais, sabe? Mas o problema foi só com essa história mesmo, porque Mr Romance é um dos meus livros favoritos da vida inteirinha!

    ResponderExcluir
  2. Nossa, esta coisa entre passado e presente fica meio confuso mesmo ainda mais se a personagem fica toda envolvida em uma insegurança, apesar de que dependendo do relacionamento acaba sendo natural. Mas achei legal porque você explicou direitinho todos os seus pontos.

    ResponderExcluir
  3. Eu não tive interesse em ler o primeiro livro porque descreveram o protagonista de uma maneira que eu detesto encontrar na leitura. pelo visto, minha decisão foi boa. estou um puco cansada de romances "entre tapas e beijos".
    beijos

    ResponderExcluir