Meu Romeu de Leisa Rayven


Sinopse
Cassie está prestes a realizar o grande sonho: estrelar um espetáculo na Broadway. O que ela não esperava era ter que enfrentar o reencontro com o ex-namorado, que será novamente protagonista ao seu lado, em uma peça cheia de romance e cenas quentes. Trabalhar com Ethan traz o passado à tona, e lembra a Cassie que o que existe entre eles vai muito além de simples química.

Opinião
O livro alterna a história entre presente e passado.

Presente
Ethan se esforça para tentar se desculpar pelo passado e se reconciliar, mas Cassie não aceita e está sempre na defensiva e sendo grossa com ele.
O rendimento da peça em que irão atuar é baixo devido ao conflito passado dos dois, isso traz desespero ao diretor da peça.
Aos poucos os dois vão relaxando e se reconciliando, a química então começa a aparecer.

Passado
Tudo começa como os dois se conheceram: No teste para entrar na faculdade Grove de teatro. Ethan realiza seu teste junto de Cassie e para felicidade dos dois ambos são aprovados. 
Porém as coisas não são tão faceis quanto parece, logo após o teste Ethan deixa claro que não pretende ser amigo de Cassie. 
Os dois se aproximam aos poucos em meio a vários conflitos, festas e peças para apresentar, em especial Romeu e Julieta. 


"Ajeito minhas roupas e vejo Holt passar a mão no cabelo ante de enfiá-las nos bolsos e suspirar. Olho para Erika. Ela está nos avaliando calmamente.

-Então, parece que você dois tiveram uma interessante... discussão. Posso supor que tenha trabalhado suas questões sobre beijar a srta. Taylor. Sr. Holt? "

Aos poucos descobrimos os motivos que levaram o casal a se desentender e mal conversar no futuro.
Com o desenrolar da história temos um casal safado e romântico. O livro é tão envolvente que é possível se irritar e rir com a atitude dos personagens. 
A linguagem usada no livro não se preocupa em ser muito formal, há xingamentos, sarcasmos e várias outras formas de expressão. As cenas picantes também dão um toque todo especial a história e a deixa mais envolvente.

"Então, está me beijando novamente, e tudo que achei que sabia sobre beijo é apagado por seus lábios. Sua língua. Seus pequenos grunhidos. Suas mãos e braços estão em todo canto e em canto nenhum. - Cassie"

Fiquei louca para chegar logo no final e saber se Cassie ai perdoar Ethan. É uma história que realmente encheu meu coração de amor.


| Livro: Meu romeu | Autor: Leisa Rayven | Editora: Globo Livros / selo Globo Alt | Páginas: 407 Skoob |


11 comentários:

  1. Quero muito ler esse livro, acho interessante a história ter como plano de fundo Teatro.
    Apesar do casal ser bem clichê e me lembrar um outro livro, acho que a leitura é válida de qualquer forma. Até eu quero saber se Cassie perdoa ele hahahahaha, que curiosidade

    ResponderExcluir
  2. Eu li esse livro e na época eu achei muito exagerada a forma como a protagonista endeusava o protagonista, tanto que a Cassie dedicou um capítulo inteiro do diário dela a uma parte da anatomia do Ethan... Mas a história em si foi bem divertida, embora eu já tenha lido clichês mais bacanas.
    bjos
    Lucy - Por essas páginas

    ResponderExcluir
  3. Olá, Fabiana.

    O romance parece ser bem clichê, a resenha me deixou curiosa para saber o que Ethan fez para Cassie a ponto de deixa-la com tanto ódio dele, mas tenho um mínimo de noção.
    Agora já tô ansiosa para saber se ela irá perdoa-lo ou não rs

    ResponderExcluir
  4. Eu adoro histórias que intercalam passado e presente! Adoro demais! Já havia lido outra resenha de outro volume e não havia me interessado quanto agora. Sua resenha me pegou! (rsrs) Estou mega curiosa pra saber o que o rapaz fez pra ela ter tanta mágoa dele.

    ResponderExcluir
  5. Eu gosto muito quando os livros alternam entre presente e passado e conseguem desenvolver a história bem, sem que ela perca o ritmo. Todavia, este livro não chegou a me interessar. A ideia de ter como pano de fundo o Teatro e a paixão dos dois por este universo é boa, mas tive a ideia de um casal que não é maduro. Somente lendo o livro eu poderia perceber se tenho razão ou não, mas não creio que apostaria no livro. Mas que fiquei curiosa para saber o que de fato o Ethan fez no passado eu fiquei.rs

    ResponderExcluir
  6. Eu acabei abandonando esse livro porque a narrativa nesse estilo não funcionou muito comigo, sem contar que Ethan me deixou irritada em muitos momentos, acontece que eu li outros livros da autora como Mr. Romance e Professor Feelgood e nao poderia ficar mais apaixonada haha ela escreve de uma maneira maravilhosa e seus personagens são incríveis(quase sempre)

    ResponderExcluir
  7. Olá!
    Eu li os dois primeiros livros, sinceramente a leitura poderia ter parado em Meu Romeu. Os personagens não me cativaram tanto e o pouco que gostei desse, foi perdido em Minha Julieta.
    Escrita nada fluida, então certamente não leria novamente.
    Beijos!

    Camila de Moraes

    ResponderExcluir
  8. Olá, tudo bom?
    Já tinha visto essa capa por aí mas não sabia do que se tratava a história. Fiquei bem curiosa para conferir esse enredo, principalmente por essa narrativa alternada entre passado e futuro, que é algo que adoro. Curti saber também desse romance que pega fogo rs
    Dica anotada! ♥
    Beijos!

    ResponderExcluir
  9. Olá Fabiana!!!
    Eu li o primeiro livro e cheguei no final em poucas horas, na qual fiquei louca pra pegar logo o segundo livro e que tive que esperar que saísse.
    A história realmente é maravilhosa e até hoje sou apaixonada pela Ethan de uma forma sem explicação.
    Recomendo que você leia o segundo logo mais ;)

    lereliterario.blogspot.com

    ResponderExcluir
  10. Olá
    Eu devorei esse livro em questão de horas, a autora tem uma escrita maravilhosa
    A história em si chama muita atenção. Eu amei a jogada de passado e presente por que deixou as coisas mais claras para nós leitores. Assim que terminei esse livro já corri pro outro por que o final é bem tapa na nossa cara e nos deixa curiosos.

    ResponderExcluir
  11. Não sou muito fã deste tipo de história, principalmente pelo excesso de clichês que são colocados em demasia o que torna tudo repetidamente chato. A capa é linda, e a ideia de intercalar presente com passado sempre se torna interessante, mas acho que não leria.

    ResponderExcluir